Responsive image

Aberto para novos projetos

O programa Curitiba Tecnoparque, que nasceu a partir da Lei Complementar nº 64/2007 e do Decreto nº 310/2008 (alterado pela Lei Complementar nº 87/2012), tem como missão fomentar o desenvolvimento de empresas de base tecnológica e instituições de ciência e tecnologia, bem como difundir a cultura de conhecimento e inovação de setores estratégicos de alta tecnologia no Município de Curitiba. Atualmente 84 empresas estão enquadradas no programa. As empresas localizadas no perímetro urbano de Curitiba e enquadradas no programa têm a redução da alíquota do ISS (Imposto Sobre Serviços) de 5% para 2%.

Para as empresas já instaladas ou que venham a se instalar no Setor Especial do Parque de Software da Cidade Industrial de Curitiba, além da redução da alíquota do ISS de 5% para 2%, usufruirão também dos incentivos fiscais abaixo relacionados:

  Isenção do Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis - ITBI, por ato inter vivos, quando da aquisição de terreno localizado no Setor Especial do Parque de Software destinado à implantação da empresa ou ampliação de sua área física;
  Isenção, pelo prazo de 10 (dez) anos, dos seguintes tributos:
           Imposto Predial e Territorial Urbano - IPTU;
           taxas pelo exercício do poder de polícia;
           contribuição de melhoria.

Fundado em 1996, o Parque de Software foi o primeiro Parque Tecnológico do Brasil e tinha como objetivo transformar a cidade de Curitiba em um importante centro de excelência em tecnologia da informação e comunicação, apoiando o desenvolvimento do potencial de negócios das empresas estabelecidas na região. Em 1998, a Lei Complementar n° 22 estabeleceu benefícios para empresas do Parque de Software visando prospectar mais empresas de base tecnológica para a região. Em uma área de 189.870 m² o Parque de Software destina-se a oferecer base física compatível com as necessidades empresariais, institucional e mercadológica para implantação e expansão de empresas de engenharia de software ou de desenvolvimento de processos e produtos nessa área de especialização.

Setores de atividades incentivadas pelo programa:

  Sistemas de Telecomunicações: equipamentos e serviços;
  Equipamentos de Informática: hardware e periféricos;
  Serviços de Informática: desenvolvimento de software, consultoria em hardware e software, gestão de dados e distribuição eletrônica de informações;
  Pesquisa e Desenvolvimento;
  Design;
  Laboratórios de Ensaios e Testes de Qualidade;
  Instrumentos de Precisão e Automação Industrial;
  Novas Tecnologias: Biotecnologia, Nanotecnologia, Saúde, Novos Materiais e Tecnologias Ambientais.
  Setores produtivos, quando baseados em atividades tecnológicas.

Quem pode participar?

Empresas de base tecnológica com o foco em desenvolvimento, pesquisa e inovação.

Como participar?

As empresas interessadas em participar do Programa Curitiba Tecnoparque deverão manifestar intenção de enquadramentos por meio de protocolo junto a Agência Curitiba de Desenvolvimento S/A, mediante a apresentação dos seguintes documentos:
  Modelo de Carta de solicitação de adesão;
  Formulário de Projeto de Pesquisa e Inovação;
  Formulário de Projeto e Conceitos (somente P&DI);
  Manual de Oslo;
  Documentos Obrigatórios.
Obs.: Poderão ser solicitados documentos adicionais, caso necessário.

Após o projeto protocolado o mesmo será avaliado e encaminhado para análise e julgamento do Comitê de Fomento-COFOM, o qual delibera o ingresso ou não da empresa no programa.


Informações e Dúvidas

Responsável: Christine Jakobi
  cjakobi@agenciacuritiba.com.br
   +55 (41) 3213-7542

Instituições Parceiras:

Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image

Responsive image